-12%
Loading...

Caminho da Luz com saída de Tombos! 8 dias de imersão por uma rota recheada de magnetismo e cultura!

O caminho da Luz está localizado na Zona da Mata Mineira, fazendo divisa com o norte do Estado do Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo. Região montanhosa da serra do Caparaó, com altitudes variando entre 238m em Tombos (início do Caminho) e 2890 m no alto do Pico da Bandeira.

O Caminho tem início na cidade de Tombos (conhecida como Portal de Minas), a 383 quilômetros da Belo Horizonte, e termina no Pico da Bandeira. São 175 quilômetros percorridos pelas montanhas de Minas em sete dias de caminhada, passando por fazendas centenárias, matas, cachoeiras, santuários e antigas estações ferroviárias.

A rota é carregada de um magnetismo que fascina a todos aqueles que têm uma sensibilidade aguçada, pois sua força telúrica abre inúmeros portais energéticos, os quais atiram os caminhantes numa viagem que ultrapassa a barreira do tempo.

a partir de R$ 2.189,00

Limpar
COMPRA SEGURA
Tombos

/

MG

FUNCIONAMENTO

Mediante agendamento

DURAÇÃO

8 dias

VALIDADE

6 meses

AFETADO POR

Não é afetada por fatores climáticos

ACESSIBILIDADE

Sim (dúvidas, fale com a nossa equipe)

Português

Roteiro:

1° dia – Tombos
Véspera do início da caminhada, onde são feitas as inscrições e o credenciamento dos caminhantes, que recebem a credencial do Caminho da Luz, a camisa Oficial do Caminho da Luz, o livro guia do Caminho da Luz, e o cajado. Primeiro pernoite em Tombos.

2° dia  – Tombos/Catuné
Café da manhã no hotel e pé na estrada. O caminhante se desloca para a Cachoeira de Tombos, a quinta em volume de água do Brasil, e o marco inicial do Caminho da Luz. No caminho, o peregrino passa por Reservas Ambientais e conhece a centenária Fazenda Oliveira (1845), quase chegando a Catuné, o destino final do dia, ele sente a magia em conhecer a Gruta Santa. Tombos – Catuné 24,7 quilômetros.

3° dia – Catuné/Pedra Dourada 
Logo nos primeiros quilômetros, conhecemos o Balneário da Comunidade da Igrejinha, onde existe um Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Continuando a peregrinação, o caminhante ruma para o Alto da Jacutinga, a aproximadamente 1.058m de altura, onde andorinhas, sabiás canários, bem-te-vis, e uma enorme diversidade de outros pássaros saúdam o caminhante com seus cantos. A seguir vem um trecho de longa descida até a pacata Pedra Dourada. Catuné – Pedra Dourada 19,25 quilômetros.

4° dia – Pedra Dourada/Faria Lemos
 Uma despedida com gostinho de quero mais. Logo à frente está a Pedra do Lagarto, onde, segundo a lenda, um velho índio entoava cânticos de louvor à natureza, concentrando uma força energética que atraía os nativos. Acompanhado pelas antigas árvores centenárias, o caminhante ruma a Faria Lemos, uma das menores cidades de Minas. Pedra Dourada – Faria Lemos 25,2 quilômetros.

5° dia – Faria Lemos/Carangola
Hoje, o caminho leva à centenária Carangola, conhecida pelos antigos como “Princesinha da Zona da Mata”. Continuando a jornada, inicia-se a subida da Serra dos Cristais, assim denominada devido à abundância de tais pedras no leito da estrada. Faria Lemos – Carangola 22,85 quilômetros.

6° dia – Carangola/Caiana/Espera Feliz
Café da manhã no hotel, energias renovadas, e pé no caminho. Apesar da beleza de todo o Caminho da Luz, muitos chegam a dizer que este é um dos mais belos trechos, passando pela antiga Estrada de Ferro Leopoldina. No caminho, o peregrino entra na Parada General, e se desloca até a Estação de Ernestina, com varias nascentes, antigas construções da Estrada de Ferro, túnel de pedra, monocarvoeiros, sem falar nas paredes de bromélias, samambaias e avencas. Chega-se a Caiana, uma cidade que concentra grande energia gerada pela diversidade de minérios ali existentes em suas minas de cristais, mica e pedras semipreciosas. O carimbo é recebido no Hotel Cristal. Ao deixar Caiana, a pouco mais de uma hora de caminhada, chega-se a Espera Feliz, conhecida com “Cidade das Flores” ou “Terra Fria”. Carangola – Espera Feliz 33,3 quilômetros.

7° dia – Espera Feliz/Caparaó/Alto Caparaó 
Café da manhã no hotel, saindo de 748 metros de altura, para os 814 metros de Caparaó, cidade cafeeira, com relevante destaque no mercado mundial de café, conhecido como o “Café das Montanhas de Minas”. Nesse trecho, o caminhante passa pela comunidade de Quicé, que possui uma pequena fábrica de doce de leite e outra de iogurte, avistando à frente a Pedra Menina. Caparaó possui também um povo hospitaleiro, belas montanhas e uma rampa de vôo livre. Inicia-se a subida, saindo dos 814m de altura em Caparaó para os 997m de Alto Caparaó, cidade ao pé do Pico da Bandeira. Espera Feliz – Galiléia – Boa Vista – Alto Caparaó 33,9 quilômetros. (ÚLTIMO PERNOITE).

8° dia – Dia livre
Para os que ainda dispõe de tempo, Alto Caparaó é um lugar rico em belezas naturais, com cachoeiras de águas cristalinas, belas trilhas e o melhor café das montanhas de Minas.

– O agendamento deverá ser feito com no mínimo 7 dias de antecedência.

– O cancelamento com pelo menos 48 horas de antecedência, após isso será cobrado o valor normalmente.

– O valor desta experiência é por pessoa.

– Grupo mínimo de 2 pessoas.

– A caminhada de ida e volta até o Pico e a Travessia são em percurso de terreno acidentado e de grande inclinação. É uma caminhada que exige um bom preparo físico.

REGRAS GERAIS

– O agendamento deverá ser feito com no mínimo 7 dias de antecedência.

– O cancelamento com pelo menos 48 horas de antecedência, após isso será cobrado o valor normalmente.

– O valor desta experiência é por pessoa.

– Grupo mínimo de 2 pessoas.

– A caminhada de ida e volta até o Pico e a Travessia são em percurso de terreno acidentado e de grande inclinação. É uma caminhada que exige um bom preparo físico.

INCLUI

-Guia, -Transfer

– 7 noites em pousada com café da manhã e jantar
– Inscrição para o evento
– Credencial
– Camiseta
– Livro guia
– Cajado
– Seguro
– Certificado

DICA

– Antes de grandes caminhadas é aconselhável fazer uma avaliação médica.
– Faça alongamento antes e após a caminhada.
– Use calçados adequados.
– Use boné ou chapéu.
– Use óculos com proteção contra raios solares (UVA e UVB).
– Dê preferência a alimentar-se com frutas e carboidratos ao longo da caminhada.
– Evite ingestão de grandes quantidades de água de uma só vez, isso poderá trazer mal-estar.
– Procure dormir bem.
– Mantenha-se hidratado durante a caminhada.
– Procure usar roupas leves e confortáveis.
– Mantenha consigo a credencial de caminhante da Luz.
– Mantenha consigo cartão com endereço e telefones para contato.
– Se, durante a caminhada, você sentir estar no seu limite físico ou passar mal, interrompa a caminhada e peça ajuda.
– Siga sempre as setas amarelas e as placas indicativas do Caminho!

Na mochila, é aconselhável ter capa de chuva ou guarda-chuva (quando for época de chuva), protetor solar, lanterna, Cataflan para aplicação muscular, Dorflex, agulha e linha para o caso de aparecimento de bolhas, tesourinha, Band-aids, mercúrio, água oxigenada, vaselina em pasta para a aplicação nos pés, cantil (garrafa), isqueiro, material de higiene pessoal e chapéu ou boné. Em relação às roupas, quanto menos carregar, melhor é. Elas podem ser lavadas ao longo do trajeto, secando à noite ou durante a caminhada, presas do lado de fora da mochila. Para tanto, tenha consigo um pouco de sabão em pó e 2 a 4 prendedores de roupa. Dê preferência aos tecidos leves, que pesam menos e não impedem a respiração da pele.
No caso de subida ao Pico da Bandeira, o ideal é subir usando uma roupa mais leve e levar calça de moleton, luvas, touca e casaco para frio, para serem vestidos no topo da Montanha Sagrada, onde o vento é gelado e, dependendo da época, as temperaturas podem ser negativas.

Política de cancelamento

Até 48 horas antes da experiência

AVALIAÇÕES DE COMPRADORES

EXPERIÊNCIAS

RELACIONADAS

– 7 noites em pousada com café da manhã e jantar
– Inscrição para o evento
– Credencial
– Camiseta
– Livro guia
– Cajado
– Seguro
– Certificado

Até 48 horas antes da experiência